Na Boca do Povo - Seu Telejornal Online
MENU

Barreira sanitária é instalada na Rodoviária de Foz do Iguaçu

Barreira sanitária é instalada na Rodoviária de Foz do Iguaçu

A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina e uma barreira sanitária foi instalada na Rodoviária Internacional de Foz do Iguaçu. Desde a reabertura do terminal , em 22 de abril – após quase 30 dias fechado, e com base no Decreto Municipal nº 28.055, várias medidas foram implementadas no local para evitar a propagação do contágio do novo coronavírus.

Todas as ações estão alinhadas com o que preconiza o Ministério da Saúde. Entre elas, a disponibilização de álcool gel 70% para o público nas áreas comuns e obrigatoriedade do uso de máscaras por usuários e colaboradores.

Distanciamento

Para evitar contatos e aglomerações, as pessoas devem respeitar o distanciamento social mínimo de um metro e meio. Por questões de segurança, as cadeiras de espera estão com assentos interditados e intercalados. O acesso está restrito a uma porta e logo na entrada do terminal rodoviário, quem chega, antes precisa desinfetar os calçados em uma solução com água sanitária. Também é necessário higienizar as mãos com álcool gel. De cinco em cinco minutos, avisos sonoros orientam sobre as novas normas e cuidados adotados.

Protocolo sanitário

A Tarobá Construções, empresa responsável pela gestão do local, segue um protocolo de controle e prevenção da Covid-19 que vai muito além do reforço na limpeza dos ambientes de uso comum.

Agora, os controladores fazem a medição de temperatura os passageiros e higienização das mãos e dos sapatos de todos os passageiros que chegam de viagem. A orientação para aqueles com suspeita, ou seja, pessoas que apresentarem sintomas como febre acima de 38ºC, tosse e dificuldade para respirar, é de que elas sejam imediatamente isoladas e encaminhadas para o centro de controle municipal do coronavírus.

“Essas medidas são fundamentais para evitar o avanço da Covid-19 e para preservar a saúde dos usuários e de todos que trabalham aqui no terminal”, diz o gerente da Rodoviária, Edilson da Silva. De acordo com ele, além do cumprimento das regras determinadas no decreto da Prefeitura, a administração está em alerta permanente para a atualização de medidas necessárias para a segurança de quem frequenta o local.

Pouco movimento

Duas semanas após a reabertura, o movimento na Rodoviária ainda é pequeno. Atualmente a média de embarque é de 180 passageiros por dia e a saída é de apenas 20 ônibus. Antes da pandemia, o movimento médio diário do terminal era de 1.200 passageiros embarcando e a frequência de 85 ônibus.

No momento, os principais destinos operados são para as cidades de Curitiba, Londrina e Maringá. O embarque só é permitido para passageiros com máscara e a orientação é de que eles permaneçam com máscara durante todo o percurso.

Ainda segundo o gerente, fica a critério de cada empresa a venda de bilhetes. Algumas limitaram a comercialização das passagens em até 50% da capacidade do ônibus.

Piso revitalizado
Enquanto esteve fechada, o piso da Rodoviária passou por uma revitalização. A Tarobá Construções, empresa responsável pela gestão do local, aproveitou o período para recuperar os 1.000 m² do piso. Embora de alta resistência, a granitina, também conhecida como granilite, sofreu desgaste com o tempo. Partes que estavam quebradas foram refeitas e ele foi lapidado por completo.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Tarobá Construções

X