Na Boca do Povo - Seu Telejornal Online
MENU

Câmara aprova projeto que permitirá construção de Condomínio do Idoso

Câmara aprova projeto que permitirá construção de Condomínio do Idoso

Foi aprovado por unanimidade nesta quinta (13), em 1ª e 2ª discussões, o projeto de lei nº 78/2018, que incorpora ao patrimônio do Fozhabita o trecho de duas ruas no Parque Residencial Lagoa Azul. O espaço, que soma 2 mil metros quadrados, será utilizado para a construção do Condomínio do Idoso. Foz do Iguaçu será um dos primeiros municípios do Paraná comtemplado pelo programa habitacional.

Durante a discussão do projeto, o vereador Jeferson Brayner, líder do governo, utilizou a tribuna para ressaltar a importância do empreendimento para Foz do Iguaçu. “Esse é um projeto importantíssimo para a desenvolvimento do programa habitacional do nosso município. Ele foi encaminhado pelo Executivo e aqui na Casa nós analisamos e vimos que quem ganha com isso é a população que precisa desse apoio para poder ter o seu sonho alcançado. Trata-se de um projeto de interesse público” destacou Brayner que é o 2° vice-presidente da Câmara.

De acordo com o Diretor-Superintendente do Fozhabita, Eduardo Teixeira, os convênios já foram assinados e o edital de licitação para a construção do condomínio já está lançado. A parceria do Governo do Estado com o Município, por meio do Fozhabita, prevê a construção do Condomínio do Idoso com 40 moradias. A obra integra o projeto “Morar Bem Paraná – Terceira Idade” e está orçada em R$ 5 milhões

Estrutura do condomínio

A construção desse condomínio faz parte das ações do Programa Morar Bem Paraná, realizado pelo Governo do Estado e pela Companhia de Habitação do Paraná (COHAPAR). O objetivo, segundo o projeto, é ofertar “um local digno, salubre, dotado de itens compatíveis às suas necessidades e anseios, visando propiciar aos idosos uma vida mais alegre, saudável e menos solitária, por meio da prática coletiva de atividades físicas, culturais e de lazer. ”

Os empreendimentos serão compostos por: Unidades habitacionais adaptadas, com um dormitório, sala, banheiro, cozinha e varanda; Infraestrutura de lazer completa, com praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e atividades, pista de caminhada e quiosques próprios para a prática de jogos de tabuleiro e carteado;

Moradia e espaços comuns adaptados às necessidades físicas dos residentes, o que implica em itens de acessibilidade tais como portas mais largas, barras de apoio, áreas com fácil acesso para quem tem dificuldades de locomoção, ventilação cruzada e adequação dos pisos; Ambulatório para atendimentos médicos básicos aos residentes; Guarita com dormitório e sala de administração; Sistemas de geração de energia solar, captação de águas das chuvas e implantação de poço artesiano, quando verificada a viabilidade.

Preocupação com os idosos

Segundo o Vereador Tenente-coronel Jahnke, relator do PL, “o projeto atenderá de forma digna pessoas da terceira idade. É um projeto do Governo do Estado, no qual o Fozhabita deu a sua contrapartida com os terrenos, e após a construção, pessoas que necessitem de um local para morar terão esse apoio. É uma preocupação que todos nós deveríamos ter. Essa aprovação visa que o projeto seja aplicado e bem executado, para atender de forma digna e humana os idosos que irão morar nesse local”.

O primeiro vice-presidente da Câmara, vereador Celino Fertrin também se manifestou. “Estamos caminhando juntos e buscando o melhor para a população de Foz do Iguaçu, em especial a aqueles, que no passado, dedicaram-se tanto para o desenvolvimento do município e agora se encontram na melhor idade. Nos sentimos felizes em aprovar um projeto como esse,” comentou Fertrin.

X