Na Boca do Povo - Seu Telejornal Online
MENU

Justiça determina prisão de piloto filmado agredindo a namorada até que enfim

Justiça determina prisão de piloto filmado agredindo a namorada até que enfim

A justiça decretou a prisão preventiva do piloto Victor Junqueira do Amaral, por descumprir as medidas protetivas de se aproximar da ex-namorada Luciana Sinzimbira. Em dezembro do ano passado Victor foi filmado agredindo Luciana, em Anápolis.

A decisão é da juíza Liliana Bittencourt, que considerou as medidas protetivas em favor da vítima insuficientes para garantir sua proteção. De acordo com a magistrada, as medidas não foram eficazes, uma vez que o piloto violou a área de proibição e aproximação, mesmo monitorado com tornozeleira eletrônica.

A magistrada então diante da violação, deferiu o pedido de prisão preventiva contra Victor na última sexta-feira (14/6). Conforme a decisão, ao julgar o caso existem dois interesses explícitos e dignos da proteção judicial. O primeiro é o de manter o prestigio da ordem judicial e o segundo a dignidade da vítima, em relação a quem desobedeceu a lei. 

Piloto violou as medidas protetivas em 12 oportunidades conforme a decisão da Justiça

Conforme a juíza, no dia 3 de janeiro deste ano, Victor foi proibido de mudar ou se ausentar da cidade, além de ser obrigado a comparecer periodicamente a central de alternativa para justificar suas atividades.

Entretanto no dia 26 de fevereiro o piloto descumpriu a medida protetiva que o proibia de manter contato com Luciana, mas mesmo com a proibição, o piloto não obedeceu e outras medidas protetivas foram deferidas em favor da vítima. Com o descumprimento da medida das medidas, a prisão se faz necessária para garantir a integridade física e psíquica da vítima, em virtude de Victor agredir a ex novamente.

Conforme a magistrada, Victor mesmo tendo ciência das medidas cautelares que o impediu de se aproximar de Luciana, as descumpriu em 12 oportunidades referente a área de aproximação da vítima e duas violações pelo fim da bateria da tornozeleira eletrônica. Devido ao exposto e o risco da vítima ser agredida pelo acusado, a magistrada considerou necessária a prisão preventiva do piloto.

X