Na Boca do Povo - Seu Telejornal Online
MENU

Policiais militares evitam tragédia em Matinhos – seis pessoas foram salvas no mar

Policiais militares evitam tragédia em Matinhos – seis pessoas foram salvas no mar

Dois policiais militares de Matinhos evitaram uma tragédia na tarde deste sábado, 20, no balneário de Albatroz, ao salvar um grupo de 6 pessoas que estava se afogando no mar.

De acordo com a equipe, composta pelos Soldados Delmir e Viana, eles realizavam patrulhamento de rotina pela Avenida Atlântica com Rua Ásia, no balneário, quando foram acionados por uma senhora desesperada que pedia socorro. Ela relatou que um grupo de pessoas estava se afogando na praia.

Imediatamente, os policiais pediram reforço pelo rádio, pararam a viatura e correram na direção dos banhistas.

Os soldados constataram que o grupo estava a cerca de 100 metros da arrebentação das ondas e em situação real de perigo. Cinco estavam agrupados e uma sexta vítima estava longe do grupo, sendo puxada pela correnteza.

RESGATE

O primeiro a entrar na água foi o soldado Viana, depois de tirar todo o equipamento, colete, cinto de guarnição, coturno e gândola, o soldado nadou em direção ao grupo de 5 vítimas, onde uma criança, com apenas 12 anos, estava em situação mais grave.

Com a ajuda de banhistas, que providenciaram uma prancha, o policial conseguiu resgatar o grupo, e aguardar com segurança a chegada de uma equipe do Corpo de Bombeiros.

Enquanto esperavam a chegada da moto aquática, o policial resolveu retirar a criança que apresentava um quadro mais grave de afogamento. O soldado, novamente contou com o apoio de banhistas e começou a operação para retirar a vítima da água, porém, a criança desmaiou e a forte correnteza, arrastou os dois para o fundo novamente.

Neste momento, o soldado Delmir, que já tinha resgatado a primeira vítima, que ficou submersa por alguns minutos, e contando também com o apoio de outros banhistas, foi em socorro do outro policial e da criança.

Assim que alcançou os dois, o soldado Delmir, vencendo o mar agitado e as ondas altas, conseguiu fazer o resgate.

O restante do grupo foi retirado do mar com o apoio da moto aquática.

A criança, que tinha engolido muita água, precisou de atendimento urgente na areia da praia, até a chegada de uma viatura do Corpo de Bombeiros.

Todas as vítimas apresentavam grau 1 e 2 de afogamento e foram encaminhadas em uma ambulância da corporação para o Hospital Nossa Senhora dos Navegantes para atendimento médico.

Os soldados Delmir e Viana, também foram encaminhados para a unidade de saúde, já que apresentavam sinais de exaustão e engoliram muita água durante o resgate do grupo.

No hospital, foi constatado que os policiais sofreram afogamento, grau 1. Depois de receberem medicação e ficarem algumas horas em observação, eles foram liberados.

VÍTIMAS

Todas as seis vítimas, moradoras em Curitiba, duas irmãs, uma com 12 e a outra com 13 anos, uma menina de 12 anos, uma adolescente de 18 anos, uma gestante, também com 18 anos e um rapaz de 21 anos, receberam atendimento médico no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes e foram liberados horas depois.

GUARDA VIDAS

O local onde o resgate aconteceu não conta com a proteção de postos de guarda vidas.

Para atender a população o Corpo de Bombeiros, por meio do 8°Grupamento de Bombeiros, disponibiliza durante o feriado prolongado, além da estrutura existente para Combate a Incêndios, Busca e Salvamento, 9 (nove) postos de Guarda-Vidas, distribuídos, nos municípios de Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba. Os Postos estarão ativos das 8h30 às 18h30, nos seguintes locais: Fone Folha do Litoral News

X