Na Boca do Povo - Seu Telejornal Online
MENU

Projeto da Estrada do Colono vai tramitar em regime de urgência, diz Vermelho

Projeto da Estrada do Colono vai tramitar em regime de urgência, diz Vermelho

Convidado especial a participar da audiência pública para debater a reabertura da Estrada do Colono, o deputado federal Vermelho (PSD) anunciou que nos próximos dias seu projeto será colocado em votação em regime de urgência na Câmara dos Deputados. 

“Nosso projeto andou com celeridade, tendo apoio do presidente Bolsonaro e do governador Ratinho Junior. Nós já pedimos para o presidente Rodrigo Maia colocar em votação em regime de urgência”, disse Vermelho durante seu discurso, aplaudido pela multidão de pessoas em Capanema.

Vermelho é autor de projeto de lei 984/201 que já passou na Comissão de Transportes da Câmara. “O Maia pediu que fizéssemos um requerimento para votar em regime de urgência. Fizemos isso e tivemos o apoio de 22 dos 27 partidos que compõe a Câmara. Não foi votado nesta terça porque a MP da liberdade econômica travou a pauta, mas deverá ser votado nos próximos dias “, frisou Vermelho.

O deputado explicou que o Brasil tem 24 estradas-parque, sendo duas no Paraná, a da Graciosa e a das Cataratas do Iguaçu. “No caso da Estrada do Colono, ela ocupará uma porção mínima do Parque, o mesmo que tirar 35 reais de R$ 1 milhão”.

Vermelho fala em uma estrada moderna, ecológica, com horário diurno (já que os animais possuem hábitos noturnos), com telas de proteção e várias passagens subterrâneas para a fauna, além e mirantes de observação da natureza.

De acordo com ele, o objetivo é promover o turismo. “Para que possamos agregar valor e renda, trazer pessoas de todas as regiões do Brasil para conhecer nossa estrada. Chamar as gerações para fazerem contato com a natureza exuberante do parque, com o conforto do turismo ecológico”, explicou.

Vermelho disse ainda que muitas estradas foram abertas na selva amazônica e no cerrado. “Aqui nós estamos falando em apenas 17 quilômetros, que não causarão impacto ambiental se forem tomadas as precauções necessárias. A população lindeira ao parque sabe cuidar melhor do que alguns ecologistas que não sabem o que falam”.

O deputado concedeu entrevista à Rede Costa Oeste de Comunicação, onde destacou a importância do projeto e os trabalhos que estão sendo realizados para a aprovação. 

Representando o governador Ratinho Júnior, o secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva, disse que o governo estadual está disposto a apoiar no “que for necessário” para a reabertura da estrada e questionou: “A quem interessa deixar a Estrada do Colono fechada?”.

Segundo ele, “talvez 20 anos atrás era outro debate, outra realidade do meio ambiente, do país. Mas no dia de hoje temos esse patrimônio do Sudoeste e Oeste desagregando a região com uma barreira que não tem nenhuma lógica”.

“O governo está pronto para fazer o investimento que for necessário e vamos integrar o Sudoeste ao Oeste do Paraná. Não é possível que toda a região passe por essa novela. Porque todos que estão aqui, saíram de casa, para dizer que queremos a Estrada do Colono reaberta. Há vontade política e da sociedade. A hora é agora”, finalizou Guto. 

O presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop), Mauro Cenci, relatou que os municípios da região estão juntos nessa luta, que é uma causa de toda a população do Sudoeste do Paraná. “Hoje, os 42 municípios da Amsop estão engajados na reabertura da Estrada do Colono que trará o desenvolvimento para a região, ligando o Sudoeste ao Oeste do Estado”.

O juiz aposentado Márcio Geron, é um grande entusiasta da causa. Ele disse que a população não é contra à preservação do meio ambiente, muito pelo contrário e que manter a estrada fechada é criminalizar todo um povo. “Nós não somos criminosos ambientais. Somos um povo que ama a natureza, que preserva e preservará o Parque Ambiental”.

“Ninguém nesta nação preserva mais a floresta do que os homens e mulheres do campo, de Capanema e Serranópolis. Vermelho é o timoneiro dessa luta e nós vamos ajudar a sensibilizar as demais autoridades a entrar nessa jornada. Eu quero sentir o cheiro do mato, passando por essa estrada”, enfatizou o deputado Marcel Micheletto.

Acompanhe a audiência pública completa, transmitida pela Rede Costa Oeste de Comunicação: Fonte Costa Oeste News 

X