Na Boca do Povo - Seu Telejornal Online
MENU

Saúde suspende quatro médicos das UPAS após denúncias

Saúde suspende quatro médicos das UPAS após denúncias

Na manhã desta quinta-feira (9), durante participação na Câmara Municipal de Vereadores para apresentação da nova equipe, o secretário de Saúde Nilton Bobato, confirmou o afastamento de quatro médicos de empresas credenciadas que atuam nas duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS João Samek e Dr. Walter Cavalcante).
A medida integra um novo comportamento dentro das unidades e prevê punição aos envolvidos em dois casos. O primeiro, do menino Arthur, amplamente divulgado pela imprensa. Após consecutivas más avaliações do estado geral de saúde da criança, a família optou por pagar uma cirurgia de urgência para retirada do apêndice. O paciente ficou cerca de 40 dias na UTI do hospital. Esta semana Arthur foi transferido para a enfermaria do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, e passa bem.
No segundo caso, semelhante ao primeiro, um usuário que preferiu não ter seu nome divulgado, buscou atendimento na UPA Dr.Walter Cavalcante, queixando-se de dores abdominais. Com diagnóstico equivocado, o paciente precisou ser atendido às pressas no Hospital Municipal, onde passou por uma cirurgia de apêndice.
“Os casos são semelhantes e bastante preocupantes. O procedimento dos médicos envolvidos nas duas avaliações será investigado pelo Conselho Regional de Medicina, mas enquanto isso, eles estão suspensos das atividades nas UPAS. A decisão de suspender os quatro médicos partiu da Secretaria de Saúde por conta de denúncias dos usuários, explicou Bobato.
As empresas credenciadas responsáveis pela contratação dos quatro médicos também foram notificadas e serão responsabilizadas pela reposição de médicos.

X